Devemos oferecer brindes?

Os brindes, um benefício comum aos membros, trazem uma sensação de diversão, prazer e pertencimento ao seu programa e podem reforçar a identidade da sua marca, mas não são obrigatórios. A pesquisa do MPP descobriu que os brindes não são o principal motivo para as pessoas se tornarem membros de um meio de comunicação. 

Para de fato oferecer um verdadeiro valor agregado, o brinde precisa fazer os membros sentirem um senso de comunidade mais forte, precisa ser econômico e ser viável de fornecer.

Aqui estão algumas perguntas a fazer ao avaliar se deve oferecer brindes, e o que oferecer: 

  • As pessoas vão vestir ou usar este item? 
  • Se você planeja enviar o prêmio pelo correio, como obterá os endereços?
  • Quanto custará para produzir / comprar?
  • Como você vai distribuí-lo? 
  • Quanto tempo da equipe exigirá o cumprimento da promessa dos brindes, ou quanto custará terceirizar isso? 
  • O seu brinde é igualmente atraente para indivíduos portadores de necessidades especiais e pessoas com diferentes tipos de corpo? 

O cumprimento dos brindes — em outras palavras, a embalagem e a entrega dos brindes — com frequência engana as redações, que subestimam os custos de tempo da equipe necessários para a entrega. Mas avaliar os custos para além das despesas reais de produção é simples. O Narwhal, no Canadá, decidiu contratar uma pessoa para gerenciar o cumprimento dos brindes, após estimar quanto tempo da equipe levaria e multiplicar pela remuneração por hora dos membros da equipe que seriam destacados para essa tarefa. Ficou imediatamente claro que era mais econômico trazer alguém novo para fazer isso por hora e liberar o tempo da equipe para se dedicar ao que só eles poderiam fazer. 

Quando o WTF Just Happened Today lançou pela primeira vez um programa de membros, o fundador Matt Kiser ofereceu brindes diferentes para cada nível de adesão. Cumprir todos os pedidos estava consumindo o tempo de que ele precisava para realmente produzir sua newsletter. Então ele parou de oferecer brindes… E os membros não se importaram com isso.

“Depois de falar com os membros, ficou claro que, embora as recompensas físicas sejam boas, a verdadeira recompensa é apoiar a produção contínua do WTF Just Happened Today”, escreveu ele em seu FAQ para membros.

Se você não tiver como realizar a proposta de valor de seu programa de membros e oferecer brindes ao mesmo tempo, o MPP recomenda deixar os brindes de lado até que você consiga fazer as duas coisas.

A outra coisa a se considerar com o cumprimento da promessa brindes é como você obterá as informações de que precisa, como tamanho (se o brinde for uma peça de roupa) e endereço (se você planejar enviá-lo). Você deseja solicitar o mínimo de informações possível antes que alguém conclua o processo de inscrição de membro (vá para ”O lançamento de nosso programa de membros”para saber mais sobre isso), então o MPP não recomenda solicitar um endereço postal na hora da inscrição. Muitas organizações obtêm os endereços dos membros em um dos primeiros e-mails de integração. 

Se você não tem certeza se seus membros estão entusiasmados em receber brindes, pedir informações em um estágio posterior à inscrição é uma forma de avaliar o entusiasmo. Quantas pessoas dão esse pequeno passo para garantir que vão receber os brindes?

Às vezes, a oportunidade de ganhar brindes durante um período limitado motiva as pessoas a se tornarem membros durante uma campanha específica. Estas campanhas podem atrair membros que você não teria ganhado de outra forma, mas você terá que trabalhar duro para mantê-los — o DCist descobriu que oferecer cobiçadas meias temáticas de Washington, DC, lhes trouxe muitos novos membros que cancelaram suas adesões depois de alguns meses. 

Às vezes, o brinde funciona melhor como uma fonte própria e independente de receita, em vez de um incentivo para adesões. A campanha#MPRraccoon, da rádio pública de Minnesota,  aconteceu há alguns anos, mas continua sendo um dos melhores exemplos de como se aproveitar de um momento especial da comunidade para gerar um senso comunitário, criar um produto e obter receitas adicionais.