Sou uma pessoa só na redação. Como me equipar para lidar com membros?

Se você for uma redação de uma só pessoa ou a única pessoa trabalhando com membros em seu meio de comunicação, o MPP entende que você não pode fazer tudo o que está descrito nesta seção. Com base em discussões com redações de todos os tamanhos, a nossa equipe de pesquisa sugere o seguinte para o gerenciamento de membros em redações pequenas e individuais: 

Priorize as habilidades cruciais listadas na parte de verificação de habilidades, particularmente gerenciamento de comunidade, medição de métricas e estratégias básicas de marketing. Vá para “O crescimento de um programa de membros” para uma visão geral de como criar uma estratégia de marketing amplamente automatizada.

Conte com software e terceirização para agilizar seus processos.  Os custos de software podem parecer altos até que você calcule quanto tempo vai economizar, estando livre para fazer trabalhos relacionados ao programa de membros que só você pode fazer. Por exemplo, Eric Lubbers, encarregado de tecnologia e estratégia do Colorado Sun, nos Estados Unidos, é a única pessoa trabalhando exclusivamente com membros em sua redação. Ele usa o Zendesk para monitorar e resolver problemas recorrentes e tornar o envolvimento da comunidade mais gerenciável.

A conta no Zendesk do Colorado Sun apresenta uma lista de perguntas frequentes sobre o programa de membros, como: 

Cortesia do Colorado Sun

Ao colocar sistemas em funcionamento para que os membros obtenham respostas às suas próprias perguntas, o Sun foi capaz de atenuar seus encargos.

Você também pode terceirizar tarefas como a entrega de benefícios aos seus membros. Por exemplo, o Narwhal, no Canadá, decidiu contratar alguém em tempo parcial para cuidar da distribuição de brindes depois que alguns cálculos matemáticos revelaram que custaria menos contratar funcionários em tempo parcial do que fazer com que funcionários da equipe passassem horas todas as semanas empacotando brindes e os enviando pelo correio. O Narwhal calculou isso conferindo o pagamento por hora de um membro da equipe e multiplicando pelo número de horas gastas no cumprimento da entrega dos brindes.

Seja honesto sobre o que você pode fazer — e sobre o que não pode. Definir expectativas realistas consigo mesmo e com seus membros é o segredo. “Seu negócio é ligado a relacionamentos, então aborde o seu programa de membros com a mesma sinceridade com que ganhou a atenção do seu leitor em primeiro lugar”, disse Matt Kiser, o fundador e único funcionário da WTF Just Happened Today. Sherrell Dorsey, também fundadora e única funcionária da The Plug durante seus primeiros quatro anos, foi enfática ao dizer que você não precisa fazer tudo o que os membros ou assinantes pedem. Por exemplo, alguns leitores a incentivaram a melhorar a experiência de usuário do Plug, mas como isso não parecia estar prejudicando o cumprimento das suas metas de crescimento, ela por enquanto deixou isso de lado.

Mantenha as coisas simples. Kiser aconselhou manter seu programa de adesão simples, mas flexível. “Talvez o seu programa custe US$ 5 por mês, ou US$ 50 por ano, e se saia muito bem. O que aconteceria se você adicionasse a opção pague o que quiser, mas com uma sugestão de contribuição? E se alguém quiser passar um cheque para você? Você pode depositá-lo?” Além disso, lembre-se de que adicionar camadas ao seu programa de membros pode parecer uma boa ideia quando você é uma pequena redação, mas programas com várias camadas são muito mais complicados de gerenciar e podem representar compromissos adicionais para o apoio e o engajamento dos membros.