Quanto de receita esperamos obter com o programa de membros?

Digamos que você tenha seguido as etapas descritas na seção “Quantos membros podemos esperar obter” e tenha a meta de atrair 1.120 membros apoiadores de sua comunidade. Você escolheu um modelo de precificação e fez uma pesquisa de público adequada para testar as suas suposições iniciais. Agora você pode calcular quanta receita pode esperar gerar com esses membros.

Calcular a receita mensal ou anual de membros de um número estimado de membros é um cálculo simples. Você pega uma estimativa de sua doação média por membro e a multiplica pelo número de membros. Se você está planejando que seu programa vá gerar uma doação média de US$ 10 ao mês ou US$ 120 ao ano por membro, isso significa que a receita total vinda de adesões que você pode esperar dos seus 1.120 membros é de US$ 134.400.

Existem outras ferramentas e métodos para estimar as receitas de membros. Os métodos que oferecemos até agora são só uma das abordagens possíveis. Por exemplo, a plataforma de programas de membros Steady oferece estas diretrizes para modelagem de receita:

“O valor que você pode ganhar depende do tamanho de sua comunidade. A sua comunidade inclui pessoas que seguem o seu projeto, aguardam as suas atualizações e podem contatá-lo digital ou pessoalmente. Ao estimar o tamanho da sua comunidade, você pode calcular quanto dinheiro poderia ganhar usando a Steady: multiplique o número de membros da comunidade por 0,05, e então multiplique o resultado que obtiver pelo preço médio de seu programa. O preço médio de uma adesão à Steady é de cerca de € 5 por mês. Usando este exemplo, para atingir uma meta de € 1.000 por mês, você precisará alcançar pelo menos 4 mil membros da comunidade com sua campanha.”

A nossa equipe de pesquisa recomenda esta ferramenta da Steady para projetar a sua receita de membros. Você precisará inserir alguns números, como a menor quantia mensal de dinheiro que você conseguirá quando alguém se tornar um membro, a contribuição média que você estima (ou estipula), a sua rotatividade mensal e o percentual de sua comunidade engajada que se tornará membro. Se você está apenas começando e não sabe qual será sua rotatividade, o MPP recomenda colocar 5% ao mês, que é uma estimativa conservadora entre as organizações com programas de membros. 

Neste exemplo, você pode ver que a Steady tem um preço médio de € 5 euros ao mês para seus 300 clientes (a maioria dos quais não são organizações jornalísticas), uma rotatividade mensal média de 2,5% e que 5% de sua comunidade “engajada” se convertem e se tornam membros pagos.  

Para outro exemplo, veja como a editora canadense Indiegraf usa um processo semelhante ao do MPP para calcular as receitas prováveis para um meio local independente no Canadá.

Nos Estados Unidos, redações digitais maduras, sustentadas por contribuições pequenas, como a do Texas Tribune, do VTDigger e da Mother Jones obtêm entre um quinto e um terço de suas receitas de pequenos colaboradores, muitos deles membros. Algumas redações digitais voltadas para membros mais recentes também conseguir atingir este nível de 20% a 33% das receita com membros, enquanto muitas rádios públicas nos EUA desenvolveram um modelo de receita que se divide em terços: um terço vindo de membros, um terço de grandes doadores e um terço financiado por empresas e instituições ou outras fontes. No banco de dados do MPP de 40 redações voltadas para membros em todo o mundo, em seis redações os membros contribuíam com de 20% a 35% de sua receita total.

Um programa de membros robusto também pode se tornar a base para outros fluxos de receita. Se o seu programa de adesões ainda é novo, a nossa equipe de pesquisa não recomenda que você inclua fontes secundárias de receita decorrentes do programa de membros em seu modelo de negócios. No entanto, se você tiver um programa de membros em ascensão ou maduro, pode valer a pena pensar em como diversificar o seu programa para conseguir outras fontes de receita.

Você pode avaliar fazer uma parceria com uma universidade local ou com outro grande parceiro institucional para criar um programa de adesão para instituições, como fez a Frontier Myanmar. A sua versão pequena do programa institucional de membros inclui cinco logins por conta, enquanto a versão grande do programa institucional inclui 20 logins. Embora a maioria dos membros da Frontier sejam membros individuais (com um login), em julho de 2020, eles tinham 16 pequenas instituições como membros, com 93 logins no total, e três grandes instituições, com outros 60 logins. Esta é uma tática particularmente promissora em contextos onde a capacidade dos indivíduos de pagar por notícias pode ser restrita, mas no entanto há um setor de organizações não governamentais (ONGs) robusto, como é o caso em Mianmar.

Você também pode iniciar parcerias remuneradas ou outras formas de patrocínio baseando-se em um relacionamento forte com seus membros. É isso que a Black Ballad, no Reino Unido, tem feito com suas campanhas editoriais, que abordam os desafios e as oportunidades das mulheres negras britânicas, conforme identificado em pesquisas abrangentes com membros.

 

Como a Black Ballad transforma pesquisas com membros em novos fluxos de receita

A organização se orgulha de alcançar, servir e conhecer a mulher profissional negra britânica melhor do que ninguém.

Para saber mais sobre como meios de comunicação guiados por uma missão podem se beneficiar de seu público para conseguir parcerias de patrocínio e publicidade, consulte este estudo de caso sobre o Madison365 e este sobre o San Antonio Report.