Como identificamos oportunidades de participação do público?

Existem três estágios para responder à pergunta sobre quais caminhos de participação são adequados para você e para os membros do seu público. 

  1. Encontrar o ponto de intersecção entre as motivações do público e as necessidades da redação. 
  2. Escolher a etapa do processo de reportagem em que isso acontecerá. 
  3. Escolher quais canais você usará para oferecer o caminho de participação

A interseção entre as motivações do público com as necessidades da redação

Pense nas motivações do seu público conforme explicado acima. Em seguida, considere as necessidades de sua redação. As quatro necessidades de redações que o Membership Puzzle Project ouve mencionadas com mais frequência são: criar um trabalho de alta qualidade, encontrar públicos que se beneficiarão com este trabalho, identificar ideias adicionais que sejam relevantes para a sua missão e ser financeiramente sustentável. 

A meta é encontrar os pontos onde as motivações do público e as suas necessidades se cruzam, e então avaliar o que será necessário fazer para que a sua organização os envolva com entusiasmo e responsabilidade. 

Você pode atingir essa meta perguntando: O que nosso público sabe que nós não sabemos? Quais tarefas que estão além da capacidade de nossa mão de obra os nossos membros poderiam considerar valioso aprender? Se você já conhece as motivações dos membros do seu público, use a planilha do MPP para encontrar caminhos de participação que se aproveitem dessas motivações. 

Como engajar seu público
Baixar

O Membership Puzzle Project identificou 25 tarefas típicas de uma redação que o público pode estar motivado a fazer com você. Abaixo, essas são classificadas por motivação (embora muitos dos exemplos possam facilmente ser associados a mais de uma motivação). Você pode consultar a pesquisa original para ver exemplos específicos de meios de comunicação que adotaram cada tarefa.

  • Eu quero aprender algo novo.
    • Treinamento e aprendizagem
    • Coleta de dados
    • Revisão de dados
  • Quero contribuir com meus conhecimentos.
    • Contribuições com desenvolvimento de códigos 
    • Revisão técnica 
    • Tradução de línguas
    • Contribuições com habilidades profissionais necessárias 
  • Quero me manifestar e ser ouvido 
    • Como fonte
    • Como alguém que compartilha experiências de vida 
    • Testador de produtos
    • Fornecedor de histórias orais 
    • Em conselhos de usuários e fóruns comunitários
    • Como colaborador de conteúdo jornalístico original 
    • Contribuindo com dicas 
  • Eu quero informações internas sobre furos e saber mais sobre o seu processo
    • Criador colaborador de normas éticas
    • Eleitor em decisões da organização 
    • Financiador
  • Quero mostrar um pouco do meu amor porque este assunto / a sua missão pública é importante 
    • Embaixadores da marca 
    • Rastreando e reportando tendências
    • Guias e anfitriões
  • Quero fazer parte de algo maior 
    • Moderadores 
    • Orientando novos membros 
    • Programadores de eventos e voluntários 
    • Encarregados por contas em redes sociais 
 

Como a Maldita recorre os “superpoderes” de seus membros para a checagem de fatos

A Maldita afasta os trolls que tentam prejudicar o seu fact-checking pedindo para que as pessoas anexem provas de suas credenciais.

Etapas do processo de reportagem 

Você também pode descobrir oportunidades para a participação do público identificando  fases do processo de reportagem em que essa participação poderia acontecer. Pensar sobre a participação dessa forma pode ajudá-lo a descobrir como organizar seus fluxos de trabalho e de equipes. 

Planning stages
(audience listening)
Research & reporting
(co-reporting, offering reporting tips or source assistance)
Editing & fact-checking
(proofreading a draft)
Post-publication
(helping distribute a work of journalism to the people who really need it)

O padrão para a maioria dos veículos é envolver os membros do público na etapa pós-publicação. Mas os três primeiros estágios são essenciais para uma verdadeira criação conjunta, porque é nestas etapas que os membros  podem moldar o trabalho de forma significativa. O MPP descobriu que isso os torna mais propensos a ajudar também durante o estágio de pós-publicação. As pessoas gostam de exibir as coisas que ajudaram a tornar possíveis.

A ProPublica usa este modelo para engajamento em reportagem com os seus jornalistas para ajudá-los a avaliar as oportunidades de participação do público. Usar uma avaliação rigorosa como essa durante a fase de planejamento de uma matéria pode ajudá-lo a se preparar para o sucesso em etapas posteriores. 

Se você já promoveu oportunidades de participação no passado, o Membership Puzzle Project  o incentiva a examinar em quais fases do processo de reportagem elas aconteceram, como uma maneira simples para avaliar se você está de fato envolvendo significativamente os membros do público. Se a maioria de suas oportunidades de participação está acontecendo no estágio de pós-publicação, considere como você pode começar a propiciar a participação nas etapas anteriores, quando os membros do público podem moldar o seu trabalho de forma mais expressiva.

 

Como o Krautreporter usa pesquisas de opinião para engajar, cooperar e crescer

O Krautreporter realiza de três a cinco pesquisas de opinião a qualquer momento.

Isso pode exigir o envolvimento de diferentes pessoas no processo de planejamento. Por exemplo, deixar a participação do público como sendo função só do editor de mídias sociais irá fazer com que essa participação se concentre fortemente na fase de distribuição pós-publicação. 

Os canais disponíveis

Uma vez que você identificou qual caminho de participação você oferecerá e em qual momento do processo de reportagem isso vai acontecer, você deve descobrir como irá fazer o convite a essa participação e por meio de qual canal. 

A resposta pode ser evidente para o veículo, mas se não for, abaixo está uma lista de canais que o Membership Puzzle Project viu veículos de notícias utilizarem para convidarem à participação. Se você não sabe por onde começar, concentre-se nos canais que sua comunidade já usa regularmente — se quiser que as pessoas participem, você precisa encontrá-las lá onde elas estão.

MétodoÚtil paraNão útil paraEtapa
Pesquisa de opiniãoObter feedback sobre um assunto específico; solicitar opiniõesColetar feedback com respostas abertasPlanejamento, pesquisa e reportagem
Chamado
(via newsletter ou mídias sociais)
Solicitar um tipo específico de informaçãoSolicitar opiniõesPlanejamento, pesquisa e reportagem
VotaçãoMedir o interesse do público em um assunto versus outrosObter feedback que não pode ser classificado Planejamento, pesquisa e reportagem
Evento casualMedir os sentimentos do público por meio de conversas abertasObter feedback sobre um assunto específicoPlanejamento, pesquisa e reportagem, pós-publicação
Evento organizadoAmpliar o alcance do jornalismo; aumentar a conscientização sobre a sua organizaçãoColetar feedback, desenvolver novos relacionamentos Pós-publicação
TreinamentosAumentar a capacidade de sua redação e ao mesmo tempo aprofundar o relacionamento com os participantesTrabalho de rotina que não é educacional para os participantes; treinamento em habilidades de que você raramente precisaPlanejamento, verificação de fatos e edição
Commenting and online conversationAjudar os participantes a se “encontrarem”; avaliar o sentimento do público sobre um assunto específico Redações que não têm uma comunidade online saudável e / ou capacidade de moderaçãoPlanejamento, pós-publicação

Se a abordagem do Membership Puzzle Project não se adequar à estrutura de sua redação, considere o “Kit de Ferramentas de Participação Diária” do The New Citizenship Projeto no Reino Unido. Criado para orientar cooperativas durante o processo de identificação de oportunidades de participação mais profundas para proprietários, o The New Citizenship Project classifica as oportunidades em “modos” de participação: contar histórias, coletar dados, compartilhar conexões, contribuir com ideias, doar tempo, aprender habilidades e fazer inovações no financiamento coletivo.

 

Como o Correctiv convida os leitores para as suas apurações

A única maneira para o Correctiv obter dados sobre os proprietários de imóveis em Hamburgo era pedindo aos leitores que enviassem seus própr